A Alimentação de um patinador (parte 1)

21 maio

Qualquer esportista tem de ter em atenção os alimentos que consome. Há que ter uma alimentação saudável e na patinação não é exceção. A verdade é que quando isso não acontece o patinador nota e o esforço nos saltos é muito maior (falo por mim). Portanto nada de fast food constante. Pizzas, hambúrgueres, lasanhas e afins, só de vez em quando. A alimentação que o patinador deve ter depende de fatores como idade, sexo, horas de treino semanal... Por isso vou separar este tema em alguns posts para este não ficar muito longo. 

http://restaurantbastards.wordpress.com/2012/07/15/is-it-almost-done/

Um patinador gasta muita energia e tem que aprender a rentabilizar o que consome, por isso aqui vai algumas dicas:

1) É importante manter a hidratação, durante o treino uma garrafa de água é essencial já que o patinador perde muita água através da transpiração, que tem de ser reposta. No meu caso eu até gosto de levar chá (não muito forte, como o preto). Como tenho má circulação (que torna o treino de piões insuportável, por causa da força centripta, o sangue vai todo parar às mãos de uma forma dolorosa) o consumo de chá diário é imprescindível. Acreditem que faz toda a diferença, por ser diurético. Eu deixei de ter frieiras no Inverno e passei a treinar muito mais confortável.

A hidratação "dilui" o sangue, diminuindo o ritmo a que o oxigénio chega aos músculos. Para além da água e do chá têm outro tipo de bebidas energéticas que repõem a água a um ritmo mais lento mas fornecem nutrientes necessários aos músculos.

2) O consumo de açúcares, proteínas e gorduras tem de ser equilibrado e depende do tempo de treino do patinador. Neste caso não posso ajudar muito, só mesmo um nutricionista e testes que calculam a quantidade de calorias necessárias para o esforço a realizar. No entanto em dia de provas, convém ser calculado o tempo necessário para a libertação dos açúcares (de modo a que estejam disponíveis para os músculos) a tempo da prova. No fundo, o que é necessário comer a X tempo antes da prova. E os alimentos têm de ser facilmente digeríveis como a massa.
As proteínas são importantes para a recuperação após treinos intensos. Devem ser acompanhadas de hidratos de carbono, mas devem estar em menor quantidade. A recuperação implica descanso, os músculos precisam de tempo para regenerar e por isso é normal sentir mais fome em dias sem treino, os músculos precisam de energia extra para recuperar.

3) Vitaminas e minerais como as vitaminas B, cálcio, zinco, magnésio, ferro e selénio são importantes, mas nada como ir aos próprios alimentos em si. As vitaminas ajudam a reforçar o sistema imunitário e os minerais são perdidos na transpiração. O azeite é uma gordura saudável que reduz a inflamação e ajuda a absorver as vitaminas A, D, E e K. No entanto em excesso pode engordar.
As vitaminas podem ser encontrados em vegetais como bróculos, espinafres, pimentos e cenouras ou em frutas como tomate, laranja, morangos ou kiwi.


Adaptado de everythingfigureskating.com

(Retirado do blog A visão da patinagem)
Beijinhos, 
Matilde Jones David :)
correspondente de Portugal

Veja também

3 comentários

  1. Olá, tudo bom?? Estou adorando seu blog, então, eu estou louca pelo patins artístico inline, sabe ? E não acho em nenhum lugar para vender.. Você sabe onde pode ter ? Achei a base para vender um Portugal mas só tinha tamanho bem grande 😕 E meu pé é 35 ..

    ResponderExcluir
  2. Tiveste uma congestão? Nunca mais te vi... ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, meu amigo querido! É muito bom poder contar sempre com suas visitas!
      O blog ficou parado bastante tempo, mas agora estou reformulando todo o layout para voltar com tudo no ano novo! Fique de olho! <3

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário! ♥

Patinadora Pop Store

Youtube